Translate

sábado, 27 de maio de 2017

Holanda - parte 1 - Netherlands


Em abril usamos a minha prenda de aniversário. Ganhei do maridão uma viagem a Amsterdam.

Apanhamos frio ( minimo 8º) mas dias de sol. Conhecemos um Amsterdam pluriracial, pluricultural. Colorido. Tolerante. A diversidade imperava. Tive a sensação de que se andasse com uma melancia na cabeça, achariam natural. Mas se andasse com uma melancia na cabeça e de bicicleta seria um deles. :)

Conheci uma Amsterdam das bicicletas. As "Killer bikes" como eles as chamam. 

Nosso guia avisou: quando estivéssemos a sair de algum lugar: 

Killer Bikes... watch out. Look left , right, up and down. There's always one in your direction!  




Fomos a Zaan conhecer a Holanda que eu sonhava. Romântica. Dos moinhos. 




 Zaan é considerada a mais antiga zona industrial do mundo. Dos quase 1000 moinhos que existiam na região, em 1920 restavam apenas 20.


Os moinhos de óleo são imponentes.  Destacam-se na paisagem campestre.



Visitamos por dentro o Moinho de óleo De Zoeker.

Ficamos a saber como funcionam as mós que são extremamente pesadas e estão postas numa esfera. Para que não fique danificada, os moinhos são rodados frequentemente. 


Vimos uma a funcionar e a moer sementes de girassol e outras.














Uma grande aprendizagem para a Luísa. A última viagem ao exterior que ela fez foi há 7 meses. Foi interessante ver a evolução da língua inglesa que vimos na nossa filha.

Enquanto antes tínhamos que traduzir quase tudo o que os guias falavam, desta vez ela raramente não percebia. Estava sempre atenta e fazia comentários sobre o que ia descobrindo. Sem dúvida, do melhor que podemos dar aos nossos filhos.















sexta-feira, 26 de maio de 2017

Nãaaaaaao


Não. Pronto. é oficial. Duda não gosta de ir ao veterinário. 

As últimas duas vezes (que foi apenas engolir um comprimido e cortar as unhas), vomitou no carro.. pffffffff

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Sobremesa de domingo





No domingo foi dia de fazer uma guloseima. Daquelas que todos adoram. Fica uma sobremesa pouco doce, fresca, que sabe bem depois de um almoço que normalmente é farto. 





Ingredientes:

-1 caixa de bolachas Digestive Triumph
- 100g de manteiga Primor sem sal
- 400g de queijo Philadelfia
- 1 lata de leite condensado
- 3 folhas de gelatina

Calda:

Frutos silvestres, açúcar e água

Preparação: esmague a bolacha, misture com a manteiga e unte uma forma com esse preparado. Una o queijo ao leite condensado e as folhas de gelatina. Verta por cima da base de bolacha e leve ao frigorífico por, no mínimo, 12 horas. 

Para a calda, leve todos os ingredientes ao lume até ferver. Deixe arrefecer e verta por cima da tarte.


quarta-feira, 19 de abril de 2017

Festa Karaté


E a Luísa fez 11 anos. Em momentos de correria, conturbados em que pensamos que não temos tempo para nada, consegue-se sempre dar a volta ao texto...

Decidimos em conjunto que o tema seria Karaté. Luísa é karateca... 

E se normalmente eu começo meses antes com os preparativos, este ano foram dois dias. Dois dias a dar o meu melhor e sem muito tempo para pensar que alguma coisa não estava bem.



Duas noites com algumas horas (poucas) roubadas à cama a decidir quais das mil ideias que tive seriam viáveis de fazer em tão pouco tempo



Simplificar foi a palavra de ordem


A boneca em EVA foi encomenda e ficou exatamente como imaginei


Crachás para as crianças com os seus "Nomes-ninja" escritos



Fotografias pela mesa com a Luísa em kimono









E, no final, sensação de que tudo correu bem

Parabéns Luísa. Vieste ao mundo e fizeste-me feliz.


quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

A família cresceu

Adoro cães. Tive um Pastor alemão quando era criança e nunca mais esqueci a minha Lady.

Minha filha há tempos pedia um cãozinho. Eu dizia-lhe que quando morássemos em uma casa, teríamos um.  No dia 30 de outubro, aproveitando que eu estava de urgência 24 horas, filha e marido foram a Paredes buscar uma "bolinha de pêlo" 

No dia 31 de outubro, encontrei enroladinha no chão da minha cozinha a nossa Duda. 


Uma pequena dorminhoca que rapidamente conquistou nossos corações.

Uma companheira para a Luísa. 



Um Natal muito mais feliz...


A nossa pequenina Duda. Nossa mascote.


E em tempo de reflexão no final do ano, Luísa disse:
- Fui à Disney e tenho um cãozinho... Obrigada, mamã!" 


sábado, 5 de novembro de 2016

E por falar em sonhos...

Luísa é uma menina curiosa. Faz muitas perguntas sobre os lugares (países) onde morei.
Normalmente essas conversas terminam com um suspiro e em dizer-me o quanto gostaria de andar de avião.

No dia 9 de setembro, acordou de madrugada a achar que íamos passar o fim de semana em Lisboa. 
Foi surpreendida com a notícia de que ia realizar dois sonhos: andar de avião e conhecer a Disneyland Paris. 


Acabamos perdendo o avião por conta de um cartão de cidadão com a validade vencida. Muita correria, desespero e compra de mais 3 bilhetes, conseguimos embarcar 8 horas após o previsto.


A alegria em ver o 1º avião com destino a Lisboa.

O nervoso miudinho que fez com que a viagem fosse recheada de perguntas :)
O hotel dos Cars já dentro da Disney










Alegria por estarmos finalmente ali!


A 1ª fotografia com os personagens mágicos





O desfile...
Vai iniciar o espetáculo noturno


O personagem preferido da Luísa

Um mundo encantado.

E o meu personagem preferido!! 


Olhando para trás, parece que foi mesmo um sonho. Fui a um lugar mágico que sempre quis conhecer. Proporcionei uma alegria enorme à minha filha que realizou de uma vez dois sonhos.
Abracei o meu personagem preferido!! 


Disney: nós voltaremos! Até breve!





quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Desacelerando...






E faltam APENAS 129 dias para o Natal!! Iupiiiiiiiii

Aqui já se dá à agulha. Nada mais relaxante do que sentar numa tarde ensolarada (ou chuvosa), música boa tocando e ver os pontinhos saírem das nossas mãos. 

Tempo de reencontrar meu equilíbrio. De agradecer as dádivas que recebo. De ser grata.


Por ter amigos que são mais do que família e inspiram-me a fazer prendinhas personalizadas. No melhor estilo "homemade". 


Por ver que apesar dos tempos difíceis e dos obstáculos que nos aparecem, há sempre alguma coisa a florescer à minha volta. Aprender cada vez mais a estar atenta. Perceber os pequenos sinais que estão ali...Apreciar. Desacelerar.


Dedicar-me à família. Transformar os 2 Kg de tomates caseiros e biológicos em molho de tomate sem corantes nem conservantes. No melhor estilo saudável.



Ocorreu um erro neste dispositivo