Translate

sábado, 25 de maio de 2013

Bela manhã


A.M.O. a minha cidade. Porto é belíssimo!


Passamos uma excelente manhã em Serralves.



Luísa comemorou lá o aniversário com os amiguinhos do colégio.


Amei! E eles também!

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Mais um bolinho


Desde que iniciei minhas aventuras no cake design, a família anda à minha volta.

Desta vez não foi diferente. A Juliana fez 5 anos e a festinha foi com o tema "A doutora Brinquedos"

Tive que investigar porque nem sabia quem era...

Adorei fazer! :)


sexta-feira, 17 de maio de 2013

Minha filha é uma fada



A.M.O ser mãe. Nasci para isso.
Não sei se erro mais do que acerto, mas a verdade, é que vivo pela minha filha.

Adoro crianças (sou pediatra) e meu sonho sempre foi ser mãe ( de preferência de menina). Quando conheci maridão, combinamos ter 3 filhos ( o que cabia no banco de trás do carro...rsrsrs). Dois biológicos e um adotado.

Assim que casamos, tentamos nos inscrever para adoção, mas aqui em Portugal é necessário um casamento de 4 anos (dizem eles - casamento estável!!!) para dar entrada na papelada. Entretanto, resolvemos que voltaríamos "grávidos" da lua-de-mel. Pois sim...  A INFERTILIDADE nos apanhou... meses de medos, choros, desilusões e angústias. Muitos tratamentos e um prognóstico reservado. No dia da minha consulta para fazer a quarta microinjeção invitro... estava GRÁVIDA! 4,5 anos já tinham se passado. Foram 2 dias de felicidade plena, até que... comecei a sangrar. Mais problemas, infecções... toda a gravidez de cama... Não pude desfilar minha barriga linda.  No dia 5 de abril de 2006 minha filha nasce, linda e saudável, às 37 semanas com 3560g! Um bebezão. E tem sido minha alegria, meu orgulho, minha fada!

A adoção?? Bem.. ainda nem 1 ano Luísa tinha, as assistentes sociais tentaram nos fazer desistir. Estávamos a ser "egoístas" por manter o desejo de adotar pois já tínhamos uma filha e tirávamos a vez a um casal infértil. Mantivemos nosso desejo. Não somos nós os errados, por querer receber mais um filho, e sim o "sistema" que tem centenas de crianças institucionalizadas mas que não estão para adoção. À espera que a família biológica permita a adoção... ficam lá anos...

Finalmente desistimos, quando a assistente social nos deu a entender que elas estavam a nos deixar sempre para trás e a dar preferência a casais sem filhos...

Ainda sinto o vazio de não ter essa criança conosco... só espero que um dia as leis mudem. Ponham as crianças para adoção com mais rigor... são tantos casais à espera de uma criança para amar... tantas crianças à espera de pais que as protejam...

terça-feira, 14 de maio de 2013

Finalmente!


Dá até um friozinho na barriga de comentar, mas parece que finalmente as coisas estão entrando nos eixos.
Ufaaaa, já era tempo!


terça-feira, 7 de maio de 2013

Sagrada família


Momentos complicados por estas bandas.
Minha mãe com graves problemas de saúde teve que ser submetida a uma cirurgia cardíaca. A quarta! Muitos riscos inerentes e eu sentindo meu Mundo fugindo do meu controle...

Graças a Deus, ela superou mais esta etapa. Uma GUERREIRA!

Minha mãe tinha me pedido uma Sagrada Família em feltro. E eu assim fiz. Pelo Dia da Mãe, quando ela saiu dos Cuidados intermédios para a enfermaria.

Agora é esperar que continue a melhorar e tenha alta para casa.
Ocorreu um erro neste dispositivo