Translate

domingo, 10 de maio de 2015

Desporto coletivo e "o que se passa com as mães??"


No dia 4, minha afilhada fez 12 anos. Como era a meio da semana, a comemoração ficou para ontem.

Fiz o bolo de Parabéns com o tema do desporto praticado pela Rita. 

Era dia de jogo. Fui assistir. Já no encontro entre os vários pais das meninas, notava-se uma grande ansiedade. Não pela partida ser difícil (algumas da equipa oposta já jogam no sub-16), mas pelas mães da outra equipa e pelo tipo de jogo que  fariam as adversárias.



Realmente foi de abismar...  a "qualidade" do português que saiu de algumas bocas daquelas mães a gritar "palavras de incentivo" (???!!!) foi de corar qualquer pessoa com o mínimo de educação.

Além disso, a postura de outras a gritar para cometerem faltas desleais ("os cotovelos Filipaaaaaaa!").

As nossas estiveram sempre à frente. As palavras que ouviram da nossa parte foram "defesaaaaa", "corre", "olha o tempo", "calmaaaa", "vais conseguir" e muitas, muitas palmas! Ganharam por 3 pontinhos... um sufoco, mas ganharam.


Já em casa da Rita, com mais 7 meninas da equipa,  perguntei como eram as outras meninas em quadra: o espelho dos seus pais. 
Que essas "senhoras" não tenham educação e não saibam estar, paciência. Mas o treinador da equipa oposta não deveria exigir das suas atletas algum respeito pelo desporto em si?

Saí dali aliviada pela Luísa praticar Karaté... não sofro nadinha nos torneios  :)


Parabéns Rita e restante equipa. Pelo resultado do jogo e pela postura que assumiram sempre. ORGULHO! 

domingo, 3 de maio de 2015

Feliz Dia das Mães


Parabéns às incansáveis mães. 
Aos filhos que vieram ao mundo para mostrar que (para nós) nada é impossível.
Aos maridos que nos acompanham nessa jornada.
Bom domingo!
Ocorreu um erro neste dispositivo