Translate

sábado, 3 de maio de 2014

Dia das mães do colégio da pimpolha

Hoje comemoramos o Dia das mães no Colégio da pimpolha.
Recebi a prendinha ( t-shirts pintadas por ela com flores. Uma para mim e outra para a Luísa).

E lá fomos nós para o Parque fazer o circuito proposto. 9 atividades diferentes que incluíam jogos e plantar sementes (trouxe um pote de iogurte com semente de loureiro...hummmmmm, vamos ver se cresce alguma coisa!)

No fim, as crianças cantaram duas músicas em nossa homenagem... e lá veio aquela lagriminha no olho novamente. Todos os anos ela aparece! :)

Ahhh para testar a resistência de qualquer mãe, acabamos com uma aula coletiva (mães e filhos) de ZUMBA! OK: prometo começar a fazer atividade física...quase morri! kkkkk

Que dia delicioso passamos! 


Gosto muito da mamã,
tanto, tanto que nem sei.
E gosta de mim também. 
Isso eu sei, isso eu sei.
E que bom é ter alguém 
como a mãe, é assim!
Que trata tão bem de mim.
é o meu anjo querubim.
O seu colo é tão seguro,
confortável, confortável.
E suas birras aturo
lamentável, lamentável.
As amigas são pra isso
são para as ocasiões.
Só é pena que às vezes
também me dê uns sermões.
Mas eu gosto dela assim...
é um exemplo para mim.
Orienta o meu caminho
Nunca me sinto sozinho.


De menina é seu olhar
se comigo está a brincar
enche-me de confiança
e do futuro traz esperança.


Avião sem asas, fogueira sem brasas
sou eu, sem a minha mãe.
Futebol sem bola, fita-cola sem  cola
sou eu sem a minha mãe...
Foi ela que me deu o ser
é ela que me faz crescer
A minha mãe é tudo
por isso eu sou sortudo 
por ao meu lado eu a ter


Gosto dos teus abraços, deitar no teu regaço
tu enches o meu coração
Amor sem beijinhos, também sem abracinhos
sou eu, sem a minha mãe
Feliz eu fico quando chegas
e triste fico no adeus
gosto dos teus abraços
deitar no teu regaço
tu enches o meu coração



Eu só existo porque tu existes
Decepcionar-te é o meu pior castigo
Contas histórias mesmo se sei ler
e o Mundo assim fica bem mais bonito
Eu só existo porque tu existes
Decepcionar-te é o meu pior castigo
Contas histórias mesmo se sei ler
e o Mundo assim fica bem mais bonito

 Avião sem asas, fogueira sem brasa
sou eu, sem a minha mãe.
Futebol sem bola, fita-cola sem cola
sou eu sem a minha mãe...
Foi ela que me deu o ser
é ela que me faz crescer
Gosto dos teus abraços, deitar no teu regaço
tu enches o meu coração
Amor sem beijinhos, também sem abracinhos
sou eu, sem a minha mãe
Feliz eu fico quando chegas
e triste fico no adeus
gosto dos teus abraços
deitar no teu regaço
tu enches o meu coração
Eu só existo porque tu existes
Decepcionar-te é o meu pior castigo
Contas histórias mesmo se sei ler
e o Mundo assim fica bem mais bonito
Eu só existo porque tu existes
Decepcionar-te é o meu pior castigo
Contas histórias mesmo se sei ler
e o Mundo assim fica bem mais bonito

ahhhhhhhhhhh....


Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo