Translate

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Affffff... assim é demais, não?



Minha jornada de trabalho é algo que nem dá para descrever no momento...

Tento equilibrar-me nos 4 lugares onde trabalho, sendo que, quando a coisa começa a complicar, vou saindo de fininho dos 3 extras que arranjei. Mas mesmo assim, meu trabalho principal, pregou-me uma partida esta semana (tenho tentado viver semana a semana para não desesperar!). Ontem saí de 30 horas de trabalho. Era suposto "descansar" 19 horas e entrar em mais 30 horas...

Claro que o descansar subentende-se: buscar a filha ao colégio, levá-la à Catequese, arrumar casa, tratar das roupas, compras etc. E eis que... ao fim da noite... maridão estatela-se no chão! Ombro deslocado e ... urgência! Toca a convocar a "família alargada" para ajudar (levá-lo ao hospital e tomar conta da filha que já ressonava na caminha era incompatível...).

Agora fico a saber que são 3 semanas "de molho". Sem poder fazer esforços (raiossss que o homem já quer conduzir!!!).

A cereja no topo do bolo: continuo sem empregada... HAJA SAÚDE!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo